10 dicas para diminuir o desperdício alimentar em casa:

1) Passe a lavar bem os alimentos e consumi-los com casca.

Alimentos como a cenoura e batata, desde que bem lavados podem e devem ser consumidos com a sua casca. Para além de conter mais fibra, quando cozidos contribui para uma menor perda de nutrientes. Experimente também cozinhar alimentos como a abóbora com casca. Por vezes acabamos por desperdiçar algumas cascas que ao serem cozinhadas acabam por ficar tão macias que nem damos por elas. A abóbora é uma delas.

2) Quando cozinha para um jantar com convidados não faça comida em grandes quantidades.

Por vezes temos tendência a cozinhar em grandes quantidades com receio que alguém fique com fome. No entanto, em eventos sociais, acaba por sobrar muita comida e como são pratos que não fazem parte da rotina semanal, acabamos por deitar os restos fora. Faça quantidades razoáveis para cada e evite as sobras.

3) Numa base semanal dê uma volta ao frigorífico e veja se há algum alimento (legumes) que se esteja a estragar.

Por vezes, temos brócolos, couves, espinafres entre outros hortícolas que estão no frigorifico e que se começam a deteriorar. Nessas alturas lave e corte os legumes aos pedaços, coloque ao lume com especiarias a gosto e um pouco de água. Tape e deixe cozinhar por 15/20 minutos. Assim numa `emergência´ vai ter os legumes prontos a consumir e não deixou que estes se degradassem por completo.

4) Quando compra os legumes e frutas conserve-os de forma cuidada para que não se estraguem.

Quando compramos legumes e frutas por vezes estes produtos vêm um pouco húmidos. A presença de água, acelera o processo de degradação dos mesmos, daí ser importante verificar se os alimentos estão bem secos e em condições para aguentarem um longo período de tempo sem se deteriorar.

5) Congele antes que se estrague.

Quando cozinha uma refeição e há algumas sobras da mesma, congele.

6) Se tem sobras que não lhe apetece consumir, pegue nelas e reinvente.

Por vezes temos alimentos em casa que já comemos durante alguns dias e já nos fartámos do sabor. Quando é assim, veja possíveis receitas onde possa utilizar o alimento ou se for criativo, adicione algumas especiarias e torne a refeição diferente e mais apelativa. Veja como um desafio à sua criatividade 😉.

7) Não vá às compras com fome e não compre só porque está em promoção.

Ir ao supermercado com fome, faz com que sejamos aliciados a comprar produtos que não costumamos comprar mas que nos satisfazem o desejo momentâneo. Se comprarmos mais do que um, acabamos por colocar na despensa e esquecemos-mos deles. Um dia, ao voltarmos à despensa pensamos: Vou comer para não se estragar. Este pensamento está correto com alimentos que sejam nutritivos e não com produtos que sejam muito calóricos e nutricionalmente pouco interessantes. Solução, não compre esses alimentos para que não os tenha de consumir porque se vão estragar.

8) Utilize ou congele o caldo que sobrou da cozedura dos legumes.

A água que sobra da cozedura de hortícolas é extremamente nutritiva e saborosa. Congele e quando cozinhar um prato mais composto utilize parte desse caldo para não usar os caldos de compra e tornar o seu prato mais saudável, nutritivo e saboroso.

9) Se tem fruta muito madura utilize para fazer um batido ou coza e faça um puré de fruta.

Quando a fruta está madura, está também muito doce. Em vez de deitar fora experimente adicionar a um batido ou cozinhá-la e consumir como sobremesa por exemplo.

10) Verifique os prazos de validade.

Ao longo da semana vá verificando os prazos de validade dos produtos e tente consumir os com validade mais reduzida.

0 visualização

Mais informações:

agitakalorias@gmail.com

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2019 por Daniela Duarte.